SUBIR

Mato Grosso terá maior área semeada com algodão, estima Imea

Publicado em 16/03/2017 as 08h:31min

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apresentou a segunda estimativa da safra 2016/17 de algodão e trouxe novas perspectivas para a safra que se aproxima, tanto em relação a área destinada à fibra quanto na expectativa de produtividade. Segundo o relatório, o panorama inicial para a área semeada no Estado era de 600 mil hectares. Agora, neste novo levantamento, a expectativa é de 617,2 mil hectares.

Segundo o Imea, 83,4 mil hectares devem ser destinados a cultura em primeira safra e 533,8 mil hectares em segunda safra, aumento de 0,9% em relação à safra 2015/16.  “Ao avaliar-se cada período separadamente, pode-se observar que novamente haverá uma redução na área de primeira safra, projetada na ordem de 14,1%. Já para a área de segunda safra o efeito foi inverso, com aumento de 3,7%”. Ambas projeções foram comparadas à safra 15/16.

O instituto estimou também produtividade média em 268,4@/ha de algodão em caroço para o Estado, com destaque para a região Oeste, onde são estimadas 272,6@/ha de algodão em caroço. Para os especialistas, tal previsão está baseada no sentimento dos produtores com relação à safra, fundamentado na melhor janela de semeadura de grande parte do algodão segunda safra proporcionada pela colheita da soja, e nas previsões climáticas para os próximos meses.

O Imea aponta que Estado deve produzir 2,48 milhões de toneladas de algodão em caroço e 986,6 mil toneladas de pluma, aumento de 15,1% e 12,5% em relação à safra passada, respectivamente. “Convém salientar que, este levantamento transcreve o cenário atual de perspectivas para safra que se desenvolve no campo, assim, a confirmação das previsões climáticas para os próximos meses é de fundamental importância para o desenvolvimento pleno da cultura”, alerta o instituto.



Veja mais Notícias

#grupobotuvera

CURTA, SIGA E COMPARTILHE AS NOSSAS REDES SOCIAIS: